Home » Notícias » Sebastian Baez e Maria Camila Serrano vencem 48º Banana Bowl, realizado no Mampituba

Sebastian Baez e Maria Camila Serrano vencem 48º Banana Bowl, realizado no Mampituba

As partidas finais da categoria 18 anos do 48º Banana Bowl, considerado o maior torneio de tênis da América Latina, movimentaram a Sociedade Recreativa Mampituba na manhã deste sábado, 24. Os jogos foram assistidos por mais de 500 pessoas e também transmitidos ao vivo pela emissora de televisão BandSports. No simples masculino, vitória para Sebastian Baez, que venceu o estadunidense Tristan Boyer com o placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/4 6/3. No feminino, Maria Camila Osorio Serrano, número 6 do mundo no juvenil, venceu a estadunidense Alexa Noel por 2 sets a 0, com parciais 6/3 6/4.

“Estou muito feliz! Melhorei meu treino, estou fazendo uma boa temporada. Depois da Austrália, fiz algumas mudanças que melhorou meu jogo. Ter sido campeão de simples e duplas é resultado de todo meu treinamento”, destacou Baez. Maria Camila Osorio Serrano falou sobre a partida final. “Foi uma partida muito difícil, mas estou muito feliz, o Banana Bowl é o meu quarto título do ano. Ainda nem acredito”, falou a campeã.

As finais de duplas masculina e feminina aconteceram nesta sexta-feira, 23. A polonesa Ania Hertel e a georgiana Mariam Dalakishvili venceram as estadunidenses cabeças de chave número 2,  Elizabeth Mandlik e Alexa Noel, por 3 sets a 0. Sebastian Baez e Clement Tabur conquistaram o título após a vitória contra o estadunidense Tristan Boyer e o colombiano Nicolas Mejia, também por 3 sets a 0.

O Banana Bowl

O 48º Banana Bowl teve início na segunda-feira, 19, e contou a participação de mais de 200 tenistas, de 35 países. Dentre os participantes, estiveram no torneio mais de 25 tenistas classificados entre os 50 melhores do mundo. Esta foi a segunda vez consecutiva que a Sociedade Recreativa Mampituba sediou a competição. Nos próximos dois anos, os jogos também devem acontecer no Clube.

“É um evento incrível. Os melhores atletas de tênis do mundo na categoria 18 anos estão aqui. Sentimo-nos honrados em recebê-los. Vamos continuar recebendo a competição até 2020, quando o Banana Bowl completa o cinquentenário. Será uma festa muito bonita”, afirma o presidente do Mampituba, Edézio Carminatti.

O gerente de esportes e eventos da Confederação Brasileira de Tenista (CBT) e diretor da categoria 18 anos do Banana Bowl, Eduardo Frick, ressaltou o nível dos atletas. “Nesse ano, houve uma participação mais expressiva de tenistas melhores ranqueados, aumentando o nível do torneio. Com a conquista do título, o Baez pode se tornar o primeiro ou o segundo do ranking mundial”, afirmou.

Importante para a região

O presidente da Federação Catarinense de Tênis, Alexandre Farias, sublinhou a relevância da realização de um torneio do nível do Banana Bowl para a região. “Foi um evento fantástico. Em 2017 foi ótimo e este ano foi ainda melhor. Esse tipo de evento só traz benefícios à cidade e ao Mampituba, porque incentiva o esporte. Estou muito realizado”, comenta.

Para o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, a competição é de extrema importância, principalmente pelo fato de levar o nome da cidade para todo o Brasil e vários países do mundo. “É um torneio extremamente positivo, principalmente em termos de divulgação da cidade, posicionando Criciúma no roteiro do circuito do tênis. Esperamos que outros eventos como este aconteçam aqui porque estimula a economia e é uma oportunidade para a população conhecer mais o esporte”, afirma.

Enfatizze Comunicação / Assessoria de Imprensa SR Mampituba

Author: Imprensa Mampituba
Tags